segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Help



Eu sei que estamos exatamente a meio do mês (ou estávamos esta madrugada). Sei que sim e para mim também isso é momento de balanço. Já na segunda metade de novembro, apercebo-me de como este ano galopa para o fim. E sim, estamos a ser totalmente distraídos por estes dias com look de verão, nem parece que o tempo avança e avança. As árvores de Natal não se veem ainda por todas as casas, como há um ano já se faziam notar. Mas ele não abranda, ele está a passar, dia por dia, na mesma. E sim, ontem, dia 15, foi para mim mais um dia de reflexão... Falta exatamente um mês e meio para o fim de 2015.

Mas por favor, pessoas, não façam isto mais breve ainda do que realmente é. Ver os planos e ofertas de passagem de ano desde o verão não me choca, mas a partir do momento em que já me cruzo com as restrospetivas de 2015 começo a achar tudo muito apressado. Deixem os melhores e piores momentos mais para o fim do ano, ok? Deixem as melhores fotos, as melhores ideias e revoluções para quando o fim do ano, de facto, chegar. Ainda temos um mês e meio deste ano pela frente, vamos aproveitá-lo antes de começarmos a despedir-nos dele, em vez de antecipar tudo, ou nem sequer usufruímos devidamente do que ainda é nosso. Vamos deixar todas as inovações deste ano para falar mais para a frente, em dezembro. Até porque a revolução da minha vida ainda não foi este ano que aconteceu... Mas até ao lavar dos cestos é vindima e eu não vou dar mais estes doze meses - para os quais tinha tantas maravilhosas expectativas de realização e descobertas - por perdidos. Por isso, só em dezembro farei um balanço. E desta vez só sei que vai ser muito negro ou extremamente positivo (coração a tremer depois de escrever isto). Veremos... Mas só no final os prognósticos fazem sentido.
 

2 comentários:

Miss Purple disse...

Sim, acho que tudo a seu tempo ... Apesar de faltar pouco, ainda falta!

Green disse...

Exatamente, é esperar para ver, o tempo ajuda a clarificar tudo :)