quarta-feira, 15 de julho de 2015

The Pursuit of Balance



Sou vítima frequente da TPM. Quem passa pelo mesmo problema que eu sabe bem as proporções que esta pequena sigla pode tomar na nossa vida durante um dia, um par de dias ou até mais. É uma montanha-russa emocional, os humores alteram-se, ficam descontrolados, os pensamentos negros, as hormonas aos saltos. Tive uma crise aguda neste fim de semana e já só pensava que o meu novo tratamento de medicina chinesa estava demasiado longe para as minhas necessidades - porque que faço-o às quintas-feiras (felizmente às segundas-feiras tenho acupuntura, que também é ultra calmante). Além da acupuntura, agora iniciei sessões de tui na para complementar o meu tratamento. É uma técnica diferente de medicina chinesa, que consiste na estimulação de pontos e canais energéticos do corpo através de massagens e pressões nesses pontos. E aquilo dói! Mas no fim é bom, sente-se que fez bem… E saimos de lá muito mais zen. Os pontos a estimular são estrategicamente escolhidos consoante a patologia e com esta técnica também é possível tratar de tudo e da forma mais eficaz possível. Desde dores localizadas (ossos, músculos, circulação), doenças graves, desequilíbrios energéticos, depressões, fobias, ansiedade, tratamentos específicos como o de emagrecimento ou anti-tabágico ou simplesmente para relaxar. Eu adorei experimentar esta nova técnica (até porque gostei muito da médica - não desfazendo das restantes porque toda a equipa é espetacular) e acho que vou ter bons resultados. Acho que a cada sessão se notam logo melhorias e, no mínimo, se sente o relaxamento. Espero que esta terapia venha a fazer grandes melhorias pelo meu bem-estar, me ajude a re-equilibrar em diversos aspetos para que possa estar forte para encarar os meus próximos desafios pessoais.

1 comentário:

Green disse...

Espero que sim :)*