segunda-feira, 25 de maio de 2015

Update



Não desisti deste cantinho, acho que me está mesmo a faltar aquele refresh a este espaço que prometo há tanto tempo a mim própria e a vocês - além da gravíssima falta de disponibilidade dos últimos tempos, que é mesmo a causa maior da minha ausência aqui. Parecendo que está tudo na mesma, a verdade é que tem acontecido muita coisa nova, em termos de evolução, e são novidades que me roubam tempo. Por exemplo, rendi-me à medicina chinesa e às maravilhas que pode fazer por mim. Estou há dois meses a fazer acupuntura e cada vez mais sinto que estou a melhorar. De quê? De tudo no geral... Energia, paciência, menos stress e sobretudo milhões de menos ansiedade. Cheguei hoje a meio do tratamento, mais para o final posso contar muitas mais coisas! Mas, lá está, é noutro canto de Lisboa e atualmente rouba-me duas manhãs de trabalho por semana.
Outra novidade que me tem consumido muito tempo é uma nova dieta. Cá em casa aderimos à dieta dos 31 dias, a da Dra. Ágata Roquette, que é capaz de ser a dieta mais popular do país. Nunca fui fã da dieta, acho-a muito agressiva e pouco saudável - sou desde sempre totalmente contra restrições totais de alimentos, acho que todos são importantes (mesmo os que fazem mal, como a gordura e o açúcar) agora imaginem quando a dieta obriga a anulação total de frutas, sopas e hidratos de carbono! Tudo super essencial à saúde. Bati o pé durante muito tempo, recusei-me, mas eis que não conseguia perder peso de outra forma... E já com este calor de verão a gritar-me na cabeça, rendi-me. Estamos ainda no 8º dia dos 31, perdemos um quilinho e vamos prosseguir nesta aventura pouco saudável mas de curta duração. E é isto que me tem tomado também muito tempo... Não só de execução mas também de planeamento (e muitas compras e muitas máquinas de loiça e tanta panela suja e um frigorífico sempre a rebentar pelas costuras!).
A par disto continua tudo na mesma, infelizmente, mas sempre a trabalhar para melhorar e conseguir mudar de vida. Ou passar a ter uma vida! Rapidamente! Para ontem!
De hoje a um mês já faço mais um ano (custa-me tanto a acreditar nisto) e este foi mais um psicologicamente devastador, mais um ano perdido, mais um... Que me sangra tanto no peito. Tenho andado muito deprimida nos últimos dias com esta realidade e perigosamente introspetiva - e sempre a tentar ser positiva em simultâneo... (?!? confusão, tanta confusão, e falta de alguém com quem falar). Não fosse a medicina chinesa a apaziguar-me a mente e eu não sei se não pegava numa mochila de sobrevivência um dia destes para me ir redescobrir por uns tempos (ahaha). Precisava tanto de respirar! Todos precisamos de nos (re)descobrir a viajar e especialmente se formos sozinhos... Mas isso são conversas para outro dia :)
Resta-me tentar aproveitar bem o último mês. Não sei bem como, mas aos poucos vai ter de ser! Porque a vida não espera, ela passa a rir-se de nós e no meu coração já não há mais espaço para feridas profundas e arrependimentos. Só para atitudes e olhar em frente... Estamos quase em junho. Em junho! A metade de mais um ano! Vamos lá. Vamos lá dar a volta a isto!

1 comentário:

Green disse...

A força de vontade é mesmo o principal, depois disso, tudo o resto vem :)