domingo, 14 de dezembro de 2014

Vontades, Confusão, Nostalgia


Apetecia mesmo umas férias oficiais de Natal. Tirar assumidamente uns dias para andar entre sofás, mantas e bebidas quentes. Os programas da TV, filmes da época e as luzes da árvore a piscar, a acompanhar. Variar entre o calor do lar e o frio da rua. Sair para comer scones, para fazer mais algumas compras de Natal sob as luzes e cânticos da cidade. Ser absorvida pelos encantos da cidade. Combinar um chocolate quente, organizar um jantar de Natal. Atender a outros tantos, e procurar aquela prendinha de última hora para levar. Ir ao cinema ver o filme de Natal do ano, abrir sem culpas os últimos quadrados do calendário do advento, ler as últimas páginas do último livro de 2014. Ler as revistas que inspiram para o ano novo, e começar a pensar de última hora como entrar nele da melhor forma. Tudo isto ao som das melhores músicas, que carinhosamente nos transportam para outros tempos, com sons de risos sinceros e uma mente tão leve e tão descomprometida. Para o outrora sempre presente nas poesias das melodias de Natal. Aquele que me inspira a ser sempre melhor e a querer sempre mais... Aquele - o outrora - que me faz lembrar que nesta altura era tudo isto que tanto me apetecia, assim como me lembra de tudo o que eu gostaria tanto de estar a planear para a próxima semana.

2 comentários:

Green disse...

Sabe mesmo bem, nesta altura do ano então, ainda melhor.

Miss Purple disse...

Oh que pena .. esses dias sabem mais do que bem.
Por acaso vou ter a sorte de poder tirar esses dias de Natal e passagem de ano e vão saber mais do que bem!