terça-feira, 4 de novembro de 2014

Our Time Has Come


Novembro costumava ser um mês muito esperado pelo primeiro dia. Era mágico, era quando nos juntávamos para o Pão-por-Deus durante toda a manhã, depois da missa e em grupos, uma emoção enorme que se prolongava para a tarde, passada com a família alargada em festa. Agora crescemos e sabemos que, para os adultos, o dia 1 de novembro sempre foi dia de escapadinha, tal como a 1 de dezembro. Sonho desde os dias de licenciatura com escapadinhas para o interior nestas duas datas e nunca consegui ir. Este ano, apesar destes feriados já não existirem, fui "raptada" pelos meus pais e fiz umas férias forçadas de dois dias no Alentejo. Afinal adorei escapar-me para uma zona tão pura, bonita e silenciosa durante dois dias. Foi assim que começou novembro, a ver coisas bonitas, quando precisava de muitas decisões e planeamento que ficou adiado para o regresso.

O mês começa agora e para nós é o mais decisivo de sempre. Agora vamos saber se é ou não é. Agora vamos arriscar tudo. Agora não vamos esperar mais, é em frente. Agora vamos saber se vai correr bem ou se vai desabar. Para o bem ou para o mal, acho que tudo vai mudar. E nós cá estamos para que seja "para o bem". Cá estamos para dar tudo, para persistir e aguentar mais problemas, enfrentá-los e mostrar-lhes que seguimos sem medo. O nosso esforço vai finalmente dar frutos, vai resultar. Se não resultar, aprendemos centenas de lições valiosas e instrasmissíveis para a vida e essa bagagem de falhanços vai ser útil. Mas o foco é no lado positivo e o nosso mês já começou. Vamos mudar tudo, e tudo vai mudar-nos. Estamos a postos, vamos lá, novembro.

1 comentário:

Miss Purple disse...

Mudar é sempre bom, por isso, venham elas :)