sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Celebrating Love

Demoro, mas volto sempre aqui. As semanas voam. Os dias passam e às vezes parece que não deixam rasto. Parece que não se respira, que não se repara no que está à volta. Esquecemos quem somos nesta massa de dias que correm em bloco... Que nos levam o tempo, que nos iludem como se fossem insignificantes, estes dias que não são mais que a nossa vida... Estes, que são tão preciosos, que não voltam mais. Que nos fogem por entre os dedos sem sequer lhes deixarmos marca...

Pode estar a ser uma viagem complicada, mas tem um objetivo. E enquanto não o alcançamos, sabe tão bem às vezes lembrarmo-nos do que são momentos especiais e vivermos uns bocadinhos só nossos, ainda que por breves instantes, e mesmo que logo a seguir tudo volte ao (a)normal. Os fins de semana não são, de todo, dias de paragem, mas no último soube-me bem um pouquinho mais de descanso, de mimo, de tempo a dois. Foi só um bocadinho que soube a muito. Foi o jantar especial na sexta-feira. Foi um jantar rápido, mas fora, no sábado. E eu felizmente ainda insisti no brunch que queria muito fazer em casa para domingo, seguido de filme. Como foi depois destes jantares, fiz o mais simples possível, sem exageros. E tudo isto eu já tinha contado aqui há dias, só faltavam algumas imagens como prova...

O jantar do dia dos namorados foi no restaurante Rock n' Sushi, estava delicioso, com ótima apresentação dos pratos e atendimento... E agora que me estou a lembrar só apetece voltar (já passou uma semana, tenho desculpa). No fim ainda ganhámos umas prendinhas, adorámos!

















Não queria fazer tudo num só fim de semana mas não resisto a surpresas. Além de alguns outros pormenores, não consegui deixar de planear o nosso pequeno brunch. Reduzi-o a metade das minhas ideias (por mim era sempre um banquete só para atender a todos os detalhes), mas não resisti a fazer um bolo caseiro para comer ainda quentinho no final. Um coração feito de natas e morangos, bem à altura do clima de romance. Esse e mais corações de todos os tipos, por todos os lados. O nosso brunch foi o aperitivo ideal para seguir para o sofá com um cobertor gigante e ver um filme que durou o resto da tarde... Um conforto de dia, que agora apetece repetir! Ficam alguns detalhes:











Espero ter conseguido abrir o apetite para este fim de semana e que vos inspire a aproveitar muito estes dois dias com quem mais gostam. Não precisam de ser datas especiais, basta que haja amor.
E este é o mês do romance, é preciso mais alguma desculpa? Bom fim de semana!

Sem comentários: