quinta-feira, 25 de julho de 2013

Saber quando parar



Há alturas em que me meto a pensar que tal como há aquele anúncio do já comeste fruta hoje?, também eu devia começar a perguntar-me "Belicious, por acaso já comeste carne esta semana?" e não, por acaso não. Por acaso já vai para sete dias e eu nem me apercebo, esqueço-me dela, e está errado porque ela faz falta. Distraio-me nas saladas, todos os dias, na fruta, até em pratos vegetarianos já com alguma frequência e, claro, no peixe. Para mim, é tudo o que o Verão pede: comida fresca e levezinha, comer muito pouco, beber mais que muito.

No entanto, chego a estas alturas, normalmente a meio do Verão, e começo a pensar na última vez que me distraí desta forma, fiz análises, e a minha rigorosa médica na altura gritou que eu estava muito magra, que tinha de fazer alguma coisa rapidamente, "mesmo sendo eu vegetariana". Eu só pensei Oi? Ouvi bem? A doutora pensava mesmo que eu era vegetariana, pelos resultados das minhas análises. [Apetecia-me explicar-lhe que "a magra" que ela tinha à frente, tinha estado anos antes no gabinete de nutricionista ao lado do dela para perder uns quilinhos!]. Mas ela tinha razão, eu estava abaixo do peso, tinha níveis de carne, sal, forças do corpo todas em carência e a mulher a dar-me um sermão enorme. Resultado: saí do gabinete e fui jantar ao Mc Donald's.

Bom, flashbacks à parte, eu hoje já trato disto, faço uma refeição de carne, e quanto à dieta também a termino entretanto, não vá eu ser acusada de algo novamente no fim do Verão. Comecei-a em Fevereiro e disse aqui no blog que ia colocando actualizações e novidades, mas acabei por guardá-la para mim. Entrou uma fase complicada de trabalho e não consegui partilhar evoluções como queria, mas consegui não desistir dela (as dietas consomem tempo!) e ainda a fui intensificando ao longo do tempo. Adoro isso, de desafiar o meu auto-controlo, a minha organização, redefinir as minhas estratégias pessoais para alcançar os resultados que quero. E resultou, porque o IMC tem descido bastante, e é por isso que vou parar porque não quero chegar novamente ao peso que tinha quando estive na médica daquela vez. Tudo saudável, tudo no sítio. É só isso que quero e um dia destes conto algumas coisas. Mas para já, vou almoçar alguma carninha.

1 comentário:

Ju. disse...

Tens de comer carne! Olha, eu entrei numa espécie de greve de carne e isso notou-se logo nas minhas análises...
Beijinho*