terça-feira, 30 de julho de 2013

Amar é cuidar ♥


Quando, no dia dos avós, liguei à minha avó ao início da tarde, e ela ao perceber que era eu exclamou de imediato "Olá, querida! Hoje é o dia dos avós!" eu ganhei ali o dia, a semana, o mês, pela alegria que havia nessa exclamação. Percebi também que todos os netos ali num raio máximo de 10km dela não se iam lembrar de passar por ali a buscá-la, ou ir dar um mimo ou sequer telefonar. E os minutos de felicidade que ela perdia por isso. Mas já estou habituada a ter sido sempre a única a ajudá-la, fazer companhia, exigi-la na minha vida, a levar-lhe uma flor sem motivo aparente, a entender as faculdades e paciência que vai perdendo com o tempo, a ligar daqui com frequência só para dizer que estou bem e me lembro dela sempre. É por isso que quando atende o telefone naquele dia já sabe que só posso ser eu. Isto porque não lhe entrei primeiro pela porta adentro para lhe dar o beijinho que queria.

Sem comentários: