quinta-feira, 25 de abril de 2013

Shopping Party


A noite passada estive na festa de compras da Mango, minha loja de eleição. Deu-se mais uma Mango Shopping Night e pela primeira vez (esta terá sido talvez a minha quinta noite de compras na Mango) não andei aos encontrões toda a noite, em filas intermináveis para experimentar, perguntar, maquilhar, pagar. Pelo contrário, a loja esteve sempre muito vazia, nem sequer ao nível de um bom dia de compras! Já tenho ido lá fazer compras em dias "normais" com bastante mais gente. Está bem que nas festas passadas estive na Avenida da Liberdade, loja consideravelmente maior e com o atractivo extra da roupa para homem, mas penso que esta também ganharia mais gente com o factor "centro comercial" e ainda, sendo tão pequena, seria impossível andar lá dentro. Mas nada disso! E nada tem a ver com as horas a que fui porque espreitei várias vezes durante toda a duração da festa.

Daqui pude concluir que ainda não percebo assim tanto de marketing e principalmente (algo que me tenho forçado a aprender muito, o meu calcanhar de aquiles no marketing) que cada pessoa pensa de uma forma, cada um pensa diferente de mim! Não sendo eu uma louca por descontos (há pessoas que são mesmo), gosto de aproveitá-los aqui e ali, não porque as coisas estão com desconto, mas porque as compraria na mesma sem ele! E assim poupo. Ora, ontem, não percebi se o fiasco da festa foi por causa da famosa crise, porque as pessoas não vão a correr para as compras lá porque a loja oferece aqueles 20% ocasionais em tudinho o que lá vende, ou se muito pelo contrário, as pessoas são de todo indiferentes a uns míseros 20%, qual ter trabalho a ir lá de propósito para aproveitá-los, compro depois a preço total quando me der mais jeito no horário. Pelo que tenho assistido nos últimos tempos (e refiro-me a anos) porque gosto de analisar, voto na segunda opção. Penso que as pessoas não gostam assim tanto de aproveitar, ou não ligam muito ou não gostam de ter muito trabalho. Pois eu, que adoro a Mango e tenho um pequeno vício na elegância e irreverência da marca, esperei por Abril para chegar a festa e ir comprar mais duas ou três pecinhas extra graças ao meu desconto. O resto permanece em mistério.

Sem comentários: