sábado, 19 de janeiro de 2013

Sustos passageiros


Depois de passar a noite assustada pelo mau tempo, acordei ainda mais cedo que o habitual e vim a correr à janela, curiosa, ver o cenário. Aqui no átrio pacato da nossa urbanização nada de mal se vê a não ser os pequenos arbustos a abanar sem parar e a querer levantar voo. Passei toda a manhã na sala refugiada e o outro lado da casa ainda nem fui espreitar, mas foi daquele lado que passei a noite a ouvir coisas pelo ar, coisas contra a parede, alarmes e tudo no meio de um vento furioso. E isto numa zona tão pacífica e segura quanto o parque das nações, numa casa onde nunca percebo o que se passa na rua. Agora ouço ambulâncias e espero pelas 13h para ver as notícias. Está tudo bem com vocês desse lado? É que hoje acordei preocupada com este alerta vermelho geral.

Sem comentários: