segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

The most wonderful time ♥


Os anos passam e o feeling é o mesmo, eu sinto-me sempre criança no Natal e duvido que algum dia vá mudar. Há algo de mágico nesta altura que nos permite fazer o que quisermos (no bom sentido) e sermos criaturas de emoções sem ter problemas. Quantas vezes choro a dar presentes ou a receber algum... É Natal, eu posso, ninguém repara nem se importa. Podemos comportar-nos como crianças, enfeitar tudo, utilizar luzinhas daquelas que só as crianças podem ter nos quartos e que tornam tudo mais acolhedor e amoroso porque sim. Meto música alto e canto e não penso nos vizinhos - é Natal, eles sabem. Se convidar alguém para um lanche, sabem o porquê, é Natal, é normal nesta altura estarmos mais próximos. O desafio é manter este clima de alegria e esperança todo o ano. Haveria mais união e felicidade, era tudo mais belo :). Tiram-se os enfeites mas devia manter-se o espírito e a frase deste feeling ser "quando um homem quiser" passar a ter significado.
Passou-se mais um ano e os meus desejos são os mesmos do ano passado: amor e coisas bonitas e sonhar sempre com um Natal perfeito - ou cada vez mais completo.

(E a minha música natalícia favorita a tocar em repeat, com a mensagem mais bonita de todas as músicas de Natal)

Sem comentários: