domingo, 18 de novembro de 2012

Tal e qual


Era disto que falava ontem. Fomos habituados aos Bond charmosos (bem, na verdade são todos) em que cada filme se divide entre a conquista da missão dada ao agente 007 e as suas conquistas sexuais pelo meio. Acho que se percebe qualquer coisa naquela cuequinha rosa na mão do James Bond de Pierce Brosnan - o mais bem sucedido de sempre com o sexo feminino. Neste último é o que se vê ali... O mais massacrado de todos, a lidar com problemas existenciais, amorosos e até com o passado. Já não é invencível nem cheio de engenhocas e é um sofredor... Bom, ainda assim, bem longe da perfeição, continua a ser o meu preferido. You go, Daniel.

2 comentários:

Marta disse...

Ah ah bem visto!!!

Miú Segunda disse...

Eu também gosto do Blond Bond, apesar do coro de críticas que sobre ele recai a toda a hora!

Mas o meu preferido é mesmo o "Pirsezinho" :) Ora vê aqui, se tiveres pachorra:
http://acasadasmius.blogspot.pt/2012/09/o-pirse-larga-gorducha-e-vem-pra-mim.html