quinta-feira, 3 de maio de 2012

Um desespero daqueles


Daqueles que nos faz querer desistir, querer nunca ter começado, poder voltar atrás. Não estou em mim de tantos nervos. Às vezes acho que vou deitar o resto da minha vida a perder por causa de tanto stress que estou a passar agora. Muitas vezes penso se vale mesmo a pena...
É mais um semestre que passo nisto, eu juro que não aguento uma dose tão pesada. Por um lado, levo uma grande lição, e que lição importante, para aplicar até ao resto da minha vida. Aprendo que as pessoas não têm limites, quer nas suas más intenções, quer na imensidão da sua ignorância. Por outro, levo o maior trauma de sempre, não tive ninguém que me preparasse para isto, vim descobrir sozinha que não se pode dar confiança a ninguém porque isso significa um pedido para nos tentarem derrubar. Saio daqui mais forte, mas com marcas que vão ficar e tenho medo daquilo em que se podem tornar. Daqui para a frente só quero melhorar, aprender com todos os erros que cometi este ano e tornar-me cada vez mais forte. Ainda me faltam duas semanas desta luta, mas agora posso agradecer o facto de ter chegado ao meu limite de paciência e assim poder finalmente tentar colocar um ponto final nisto e depois começar de novo.
Para o ano que vem não será assim. Nem no próximo ano nem nunca mais. Agora só quero tirar um momento, respirar fundo e conseguir pensar que "já só" faltam duas semanas. E que na segunda-feira vai ser duro, mas é o início do fim.

1 comentário:

Joana disse...

Se um alívio para isto não for aquilo que te falei hoje, pelo menos um starbucks depois de jantar ajuda ;)

força! *