sábado, 19 de novembro de 2011

Estou a atingir o limite, näo aguento mais viver (ou não viver) assim. Antes que eu desista também da vida, alguém me diga primeiro um bom motivo para näo desistir deste curso ou deixo de ir às aulas já a partir desta segunda-feira. Estou naquele ponto em que a bola de ténis está na rede, e agora tanto pode cair para um lado ou para o outro.

3 comentários:

PP disse...

O Figo há uns anos, numa publicidade, cantou milhares de vezes: "não pares, não pares!"
Os Monthy Python diziam algo interessante, que podes ver aqui: http://meababel.blogspot.com/2010/05/always-look-on-bright-side-of-life.html
Também gosto de olhar para esta imagem: http://meababel.blogspot.com/2011/06/happiest-people.html
Mas a opção é, a cada momento, de cada um de nós! E viveremos com as nossas opções!

Joana disse...

Belinha,
Quem escreve "Lembrar-me de que a vida é pequena, é bela, e pegar nela para a desperdiçar a dar importância ao mal que os outros nos fazem nem pode ser opção." no post anterior, e agora fica assim...
Eu nunca te aconselharia a desistir do que quer que fosse, eu digo "Vai, por ti mesma pq és capaz". Mas tb estamos a falar da tua auto-preservação, e isto não é A Belinha que eu conheço. Mas só tu saberás o que é melhor pra ti.

Qualquer coisa que precises, diz.
bjs

bjs

salto para a lua disse...

desistir não é a melhor opção. agora que estás nesse curso pelo menos termina-o. agora se tens menos de 30anos e se realmente não te sentes muito motivada para essa área (o que parece ser óbvio) porque não fazer um outro? até podes tentar em horário pós laboral enquanto trabalhas de dia. vais ver que nada é mais gratificante que estudares algo que te inspira e que se encaixa na perfeição na tua personalidade.