sábado, 19 de novembro de 2011

A contagem (ou um desabafo)


Daqui a menos de quatro semanas eu já entrei em férias. As férias de Natal nesta faculdade nunca foram férias, não podem ser, se os exames começam a 2 de Janeiro. Este ano é diferente. Não o dia em que começa os exames, mas o significado que tem o fim das aulas. Estou em contagem decrescente para me livrar dos meus colegas. Nunca ansiei tanto a vinda dos exames, nunca simpatizei tanto com eles. Nunca odiei tanto as aulas nem tão pouco algum dia fiz um esforço parecido ao de agora para conseguir lá estar. Não sei lidar com tanta burrice, tanta falta de brio, tão pouco empenho. Tanto "deixa andar que alguém há-de fazer por mim". Tanta falta de visão, mentes tão limitadas, gente tão pequenina. Tanta teatralidade em tudo o que é feito. Cada dia que passa é para riscar na minha agenda, uma contagem que faço hora por hora, minuto por minuto. Nunca gostei que o tempo passasse tão rápido, mas neste momento essa efemeridade é tudo que desejo, preciso dela ou vou explodir. Anseio pelo dia 14/12 e juro que quando ele terminar eu nem acredito. Ah, e vai ter de haver uma festa.

3 comentários:

Joana disse...

Haha e não houvesse uma festa =D

Bells, pensa pelo menos que são essas pessoas pequeninas que nos engrandecem. Se não for por comparação de 3ºs, ao menos por auto-estima hehehe

bjs*

Belicious disse...

Hehe obrigada, Janinha.
Tu também deves ter a tua experiência nesta matéria. Espero que tenhas razão, porque a frustração é mais frequente que a auto-estima...

Anónimo disse...

Sinto completamente o mesmo.

Tudo passa.