sábado, 8 de outubro de 2011

últimos recursos


Estou perante muitos desafios, mas daqueles que mexem com o que temos de mais escondido, com os nossos medos. Não são os desafios entusiasmantes que todos gostam de ter - quem me dera ter um desses agora... - mas sim um turbilhão de coisas a acontecer, para as quais não tenho sequer tempo de pensar. Queria pensar numa alternativa para elas, já que vencê-las é bastante complicado e custa-me muito investir tempo de vida nisso. Porquê insitir em algo que não tenho jeito?
Não era nada disto que queria, todos os dias ser assaltada pelo medo e emoções destrutivas. Estou a pegar numa das coisas que não sei mesmo fazer na vida. Cada um tem os seus talentos e isto não é mesmo para mim. Viver nisto também não é viver. Quero dedicar-me a mim e às pessoas de quem gosto, e não aplicar as minhas (já poucas) forças a vencer este medo.

Para já agradeço esta mensagem de força à Sofia porque ao desafio de segunda-feira já não posso escapar, agora só posso passar o resto do fim-de-semana a trabalhar nele para tentar superá-lo da melhor forma que conseguir e depois se vê o resto. O que sei é que não quero continuar a passar por isto. Não quero, não posso, não consigo.

1 comentário:

Sofia disse...

Vamos conseguir :D