segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Uma pessoa não pode falar...


Falava em boas intenções de juizinho e disciplina e ainda dizia eu que sou uma pessoa de surpresas. Hoje, quando chego do meu primeiro dia de aulas, tinha uma linda surpresa à minha espera, um lanchinho de boas vindas ao mestrado, surpresa do meu amor. Eu e a minha irmã, felizes, celebrámos este começo de ano e de algo mais, numa mesa que mais parecia de uma festinha de anos, tudo para apenas três pessoas. Adoro surpresas! Adoro estes mimos e caem tão bem quando ainda por cima marcam alguma coisa. Bem, tiveram os dois de levar com o meu entusiasmo e descrição efusiva de um dia que apenas teve duas aulas.