quinta-feira, 16 de junho de 2011

Vou a casa, vou a casa, vou a casa


Terminou ontem a época normal de exames com um daqueles que não sabemos como correu, mas não, não é caso para festejar, os piores ainda me esperam no final do mês e já devia estar enfiada nos livros a estudar novamente. Como por causa disso eu ontem já estava a ficar cheia de ansiedade e nervosismo e pressão, decidi hoje ir até casa (o campo, ai o campo...) e descansar lá um pouco a cabeça e bem pertinho da família. O objectivo é mudar de ares, sair desta sala de estudo, repor todos os sonos em atraso (se é que isso é possível) e voltar com nova energia e a barriga curada - que também decidiu reagir ao meu estado de nervos. Nunca fui a casa em Junho, mês de exames, mas espero que seja uma boa experiência, porque também estou a arriscar um pouco ao "investir" estes dias. Para já vai ser um óptimo reencontro: a casa, o campo, a família, os meus novos gatinhos e, quem sabe, também com a praia. Quem sabe...

1 comentário:

Sofia disse...

Acho que precisavas era de dois dias na Berlenga!