terça-feira, 3 de maio de 2011

Finalmente as coisas tomam um rumo


E eu fico mais calminha. Não é fácil chegar à segurança social e descobrir que a partir do Verão tenho de pagar uma quantia mensal que não é nada simpática. Digo às mulheres que isso que vou pagar é praticamente tudo o que ganho e elas dizem que "não há nada a fazer, é assim que funciona". Para além desse pagamento todos os meses, já recebo sempre o meu com menos 23% de IVA. Digo que não quero trabalhar para aquecer e elas dizem que posso sempre dar baixa de actividade nas finanças. Sempre ouvi dizer que se rouba muito aos contribuintes neste país, mas só agora sinto na pele o que isso significa. Abrir actividade no ano passado foi um momento muito feliz e com expectativas mas não sabia que ia dar nisto. Finalmente, depois de muitos dilemas, as soluções começam a aparecer... Mas continuo chocada com o que se rouba neste país!

Para além disto, fui a uma formação Oriflame no fim-de-semana que me deixou tão motivada que mal posso esperar por fazer crescer a minha rede a grande escala. Se conseguir aumentá-la fico mesmo feliz (claro que também - e principalmente - pelo dinheiro que ganho). Mas vá, vou parar com as publicidades.

Também outra decisão importante para arrumar a cabeça: no mestrado vou continuar mesmo pelo iseg. Amanhã passo pela feira de mestrados, tiro todas as dúvidas e tomo a minha decisão até ao fim-de-semana. Agora começa a contagem decrescente para os exames, com muito estudo, trabalhos e algumas festas académicas pelo meio, porque também é preciso...

3 comentários:

Narizinho Lunático disse...

Olá! Há aí qualquer coisa errada... Não te podem tirar 23% de IVA, porque não é assim que funciona. Digo isto pois trabalho a recibos verdes há já alguns anos! :( O que te tiram é 21.5% do montante que passas no recibo, para IRS. Portante esse valor será pago pela entidade a quem prestas serviços às finanças. Além disso, se no ano anterior tiveste um rendimento anual de valor superior a x (acho que anda à volta de 8.000/10.000) começas a cobrar IVA, a 23% do que passas no recibo, à entidade a quem prestas serviços. Esse valor deve ser, posteriormente pago por ti nas finanças, até ao dia 15 do 2º mês após o fim do trimestre. Portanto, não te podem tirar o IVA, já que por lei tu é que tens de o cobrar! Ah! Também podes fazer deduções no IVA, ou seja, na altura de pagares, deduzes uma parte ou a totalidade que tu pagas nos bens e serviços relacionados com a tua actividade (refeições, gasolina, carregamentos de telemóveis, etc). :) Bjitos

Susy disse...

Portugal tem que melhorar em muitos aspectos....
Boa sorte para os exames e para a Oriflame!!!

Sofia disse...

:))