quinta-feira, 17 de março de 2011

A minha irmã em Erasmus #2

Nem tudo é mau quando a nossa irmã decide partir rumo ao desconhecido, especialmente quando a quantidade de bagagem que pode levar é bastante limitada. Com essa limitação entra a minha parte feliz nesta história, em que ganho por alguns meses um guarda-fato novo cheio de roupas do meu tamanho e mesmo a calhar nos dias primaveris que já começam a fazer em Lisboa - ela não levaria este peso para andar na rua com 10º negativos. Sou a sortuda herdeira de alguns casacos que sempre lhe quis roubar e umas malas que descobri no outro dia que tinham ficado por cá. Obrigada, Sofia. Ainda reforçaste a minha colecção de vernizes, a eles adiciono estes que me deixas até Julho:


E agora como escolher? Tem de ser um por semana porque até voltares passa a correr (e isso também é muito bom sinal). Volta rapidinho, mas até lá deixa-me aproveitar a tua cama vazia que está a dar um bom suporte de tralhas ;)

3 comentários:

Sofia disse...

Que sortuda, hein? E eu aqui com tão pouquinha coisa! O frio começa a passar e só tenho roupa quente :(

Susy disse...

Eh eh que sortuda

joana disse...

Ahhh qe sorte