domingo, 27 de fevereiro de 2011

Vir a casa é assim

Passar aqui o fim-de-semana é passar 3 dias a devorar as compotas da mãe para ela ficar feliz, seja em pão deste bom, seja em tostinhas ou à colherada. E não o faço com sacrifício, confesso. É aceitar os quadradinhos de chocolate que o pai me traz à boca e fica todo contente se eu comer. É da tablete do chocolate negro, é do de leite, é do que tem avelãs... Tudo o que o fizer feliz. É comer uma laranja no fim da refeição para não ouvir a toda a hora "tens de te alimentar como deve ser, precisas de vitaminas" ou o habitual "andas a comer muito pouco", quando na verdade passo os dias inteiros a fazê-lo. Se não comer voluntariamente, eles descascam a fruta para mim que eu assim não posso dizer que não.

Acabei de comprar umas broas, são destas tradicionais que adoro e só encontro aqui. Eles ficam felizes e eu também. Pais são pais e vai ser assim sempre que que vier.

1 comentário:

Sofia disse...

Eheh tal e qual... :p