quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

F-é-r-i-a-s


Ainda não sei bem o que sinto ou no que estou a pensar. Ou melhor, sei que não sinto nada porque estou mais morta que viva, prestes a tombar depois desta maratona. Estou acabada.
Agora é ir direitinha à cama e passar uns dias sem fazer nada, porque desta vez as férias são merecidas.

Sem comentários: